Homepage
 
Informação
 
Opinião
 
Reacções
 
Procurar
Mapa do site
 
Pesquisa personalizada

 

 
Que direitos têm
os animais?
Comer carne Argumentos válidos
e inválidos
Mantendo animais de estimação  
 

 

Português-English-Nederlands-Español-Français

As consequências de comer carne

O total anual de cereais que alimenta o gado no mundo inteiro é de cerca de 735 bilhões de quilos.

Para transportar esta quantidade por comboio seriam necessários 12.3 milhões de vagões cheios de cereal. Este comboio facilmente poderia circuncidar o equador 6 vezes.

A maioria dos países ocidentais usa para além do seu próprio território grandes extensões do território de países em desenvolvimento para pastagens. O uso do território estrangeiro chega a ser seis vezes maior do que o próprio. Países como a Tailândia (cassave) Malásia, Brasil (soja) e a Argentina contribuem enormemente para a produção de rações para gado, e quase um terço destas é produzido em países do Terceiro Mundo. Por exemplo, para alimentar a população holandesa há no país e fora dele por pessoa cerca de 1,20 hectares de terra cultivada em uso, enquanto que de facto por cada indivíduo no planeta só há 0,2 hectares de terra disponível (1 hectare equivale a 10.000 m²).

Cada indivíduo utiliza uma certa porção do espaço do planeta, e quanto espaço ele usa depende do seu padrão individual de consumo.

 

 

Por meio do Impacto Global é possível traduzir este espaço em números, expressos em hectares.

     

A produção de carne custa vidas

No ocidente consume-se agora muito mais carne do que antigamente. Os veganistas que se abstêem totalmente do consumo de carne e da utilização de animais, poupam cada um a vida de (aproximadamente) 6 vacas, 45 porcos e de centenas de frangos (números aplicáveis aos Países Baixos).

A indústria pecuária intensiva condena os animais nas explorações a um sofrimento enorme. Diminuindo o consumo de carne, diminuimos também o seu sofrimento.

 

A produção de carne é energia mal gasta

Durante a transformação de proteína vegetal em proteína animal são desperdiçados uma grande quantidade de nutrientes. São necessários 4 quilos de proteínas vegetais (raçõe para o gado) para produzir apenas 1 quilo de proteína animal.

A produção de carne custa aproximadamente 14,7 vezes mais energia do que a produção de vegetais. Um quilo de carne de vitela é comparável a 100 quilos de batata em valor energético. Uma campo de pasto normal produz 330 quilos de carne. O mesmo campo pode alternativamente chegar a produzir 40.000 quilos de batata. Além disso, para produzir um quilo de carne são necessários uns 111.250 litros de água.

É necessária muito menos água para alimentar um vegetariano estrito durante um ano do que a necessária para alimentar um carnívoro durante apenas um mês. Um país como a Holanda usa por ano tanta água para a produção bovina como a que poderia abastecer de água a terça parte da população mundial.

Produção de carne = poluição

No ocidente os maiores contribuintes para a chuva ácida que afecta as florestas são a indústria pecuária intensiva e o trânsito. Uma vez que os fertilizantes são um dos maiores contribuintes, o ambiente beneficiaria enormemente duma diminuição da produção.

     
autor Bert Stoop